QUADRO BEM SEPARADAS / PROGRAMA BELÍSSIMA – EXIBIDO EM 21 DE JULHO

Quadro Bem Separadas, no Programa Belíssima, exibido no dia 21 de julho de 2017, na Fonte TV (Canal 5/ NET Canal 17).

Valéria Ruiz conversa com o estrategista Inã Zoé sobre o que é Personal Branding e como isso também pode ajudar as mulheres em processo de separação.

Quer assistir o programa completo? Acesse www.programabelissima.com.br.

Se você tem interesse em receber dicas sobre relacionamentos, envie a mensagem “Quero entrar na lista VIP” para o número de WhatsApp (62) 98100-7879

Jogo da Verdade: orgasmo

Nesta quarta temporada do Jogo da Verdade, Valéria Ruiz conversa com os convidados sobre o tema “Orgasmo”.

Não esqueça de deixar seu comentário contando o que achou.

➜ Inscreva-se no nosso canal do Youtube e acompanhe todas as nossas publicações.

*Vídeos toda terça-feira. Continue Lendo

Se você tem interesse em receber dicas sobre relacionamentos, envie a mensagem “Quero entrar na lista VIP” para o número de WhatsApp (62) 98100-7879

Racionalização: por que é tão difícil assumir o próprio erro

Quando abordamos aqui na Tecla SAP conceitos como Banalidade do MalEfeito DiderotExperiência de Milgram ou Efeito Manada percebemos que todos eles compartilham uma coisa: são ferramentas que usamos inconscientemente para nos autossabotar.

E o conceito de hoje é mais um que vai entrar nesse grupo. Na verdade, a Racionalização talvez seja o maior exemplo de mecanismo psicológico que usamos para nos iludir e justificar algumas de nossas ações mais injustificáveis.

 Se você é de exatas e caiu aqui pensando que a gente ia falar sobre aquela cálculo que usamos com frações, me desculpe. É que Racionalização é, no campo da psicologia, uma coisa completamente diferente.
 

“Não sei quem fui”

Para entender do que se trata o conceito de hoje, porém, é preciso compreender primeiro o que são mecanismos de defesa. Em geral, são processos que acontecem subconscientemente ou na total inconsciência responsáveis por proteger nossa autoestima da angústia que sentimos por uma ação da qual não nos orgulhamos.

Cada problema que enfrentamos gera uma angústia/ansiedade que nos move a procurar soluções. Porém, nem sempre somos capazes de encontrar saídas ou justificativas pra tudo apenas no nível racional do nosso cérebro, isto porque boa parte dos conflitos pelos quais passamos na vida não pode ser resolvidos apenas por questões lógicas. Continue Lendo

Se você tem interesse em receber dicas sobre relacionamentos, envie a mensagem “Quero entrar na lista VIP” para o número de WhatsApp (62) 98100-7879

Dialogando com nossas dores

Sai da última sessão psicoterápica com uma missão difícil (não impossível) proposta pela minha psicóloga: “converse com suas dores, incluindo aquelas mais profundas”. Pensei comigo: “deveria eu mexer com estas feridas agora? Será que vai doer muito? São tantas. Portanto, por onde começar?”

A tendência é fugirmos pra longe de onde há sinais de contato com nossas dores. É humano, natural. Diria que é quase um instinto de sobrevivência, diante de tantos percalços que atravessamos ao longo de nossa jornada.

Neste movimento de olhar para dentro, me peguei observando minhas feridas, visíveis, trazidas desde a infância. A mais perceptível foi a marca de um corte no lado direito da minha testa, que remonta aos meus sete anos, quando brincava com minha gata Thalita, na sala de casa, onde ainda hoje meus pais vivem. Pude sentir o pulsar da dor e o sangue escorrendo, me fazendo cair em lágrimas, preocupado com o “estrago” que o arranhão faria na minha imagem. Aprendi que, embora amigos, os animas também têm seus limites.

Um pouco abaixo, na mão direita, “mora” outra cicatriz, também dos tempos de menino, quando na fazenda, cai do cavalo, quebrando o braço, rendendo-me meses de gesso e imobilização.

E, assim, fui visitando meus sinais e descortinando as histórias sobre os quais eles foram gerados e, sobretudo, as sensações que, ainda hoje, eles despertam em mim. Continue Lendo

Se você tem interesse em receber dicas sobre relacionamentos, envie a mensagem “Quero entrar na lista VIP” para o número de WhatsApp (62) 98100-7879